São Paulo, 15 de Abril de 2017

SindimotoSP fecha ano com saldo otimista


No oitavo mês desse ano, o SindimotoSP realizou uma grande manifestação com pico de 10 mil motociclistas contra a prefeitura de São Paulo por falta de políticas públicas para motocicletas. O prefeito Haddad, em uma ação autoritária, segundo o sindicato, desativou as motofaixas e os bolsões de estacionamento para criação de ciclofaixas e ainda criou a Indústria da Multa específica para motociclistas com compra de radares pistolas e “varal de radar” na Marginal Pinheiros. O ato pacífico que saiu da sede do sindicato percorreu ruas de São Paulo até chegar ao escritório da Presidência da República na Avenida Paulista, onde um ofício documental contendo as reivindicações dos motociclistas foi entregue ao representante do governo federal de Michel Temer. A manifestação rendeu reuniões em Brasília.

Em setembro, SindimotoSP e Banco do Povo Paulista firmaram parcerias para trocar experiências e melhorar o empréstimo para motoboy que o Banco do Povo Paulista dá ao profissional do motofrete.

fonte: assessoria imprensa

<< ver outros artigos