São Paulo, 15 de Abril de 2017

SindimotoSP busca políticas públicas para motofretistas junto ao governo estadual


Na luta por regulamentação da categoria em
todo estado de São Paulo, o SindimotoSP tem reivindicado
junto ao governador Geraldo Alckmin,
melhorias no setor. No entendimento do sindicato,
qualificação assim como padronização, são
fatores que mudariam para melhor a prestação
de serviços de entregas rápidas em todo estado.
Entre as reivindicações estão campanhas educativas
com motociclistas profissionais para diminuir
acidentes no trânsito - Década de Ação
pela Segurança no Trânsito 2011-2020 da Onu,
renovação da gratuidade do Curso 30 horas do
Contran para incentivar os motociclistas e mototaxistas
profissionais se qualificarem, incentivo
à regulamentação do motofrete nos municípios
para que cumpram a Lei Federal 12009 que padroniza
os setores de motofrete e mototaxi, mudanças
nas Resoluções do Contran / Denatran
que permitiriam ministração do Curso Obrigatório
de 30 horas via Educação a Distância (EAD),
ampliação e facilitação da linha de financiamento
via Banco do Povo Paulista para que motociclistas
profissionais adquiram motos padronizadas, isenção
de IPVA ao adquirir veículo padronizado para
renovação da frota e para que os profissionais tenham
mais segurança no exercício da profissão e
ações específicas para diminuir roubo de motos.

fonte: assessoria de imprensa

<< ver outros artigos