São Paulo, 11 de Abril de 2017

SindimotoSP e Sinhores fecham Convenção Coletiva setor Delivery 2016 / 2017


O aumento para o setor de Delivery foi de 9,30% para trabalhadores abrangidos pela Convenção Coletiva de Trabalho a partir de 1° de julho de 2016. O piso mínimo para o motociclista que faz entrega de lanches, refeições e similares foi de R$ 936,40 para R$ 1.025,36 e o do ciclista passou para R$ 968,24. Antes, para esse trabalhador o valor era de R$ 884,23. A empresa pode contratar por hora, assegurando o salário normativo. No caso do motociclista o valor é de R$ 4,67 e R$ 4,41 para o ciclista. A periculosidade de 30% está garantida e deve ser paga de acordo com o salário descrito na carteira profissional.

Outros valores reajustados foram o VR que passou para R$ 15,56 para quem trabalha mais de 4 horas. O aluguel da moto subiu para R$ 407,20 acrescidos de R$ 1,62 para quem trabalha com contrato mensal, no caso dos contratos por hora o valor foi para R$ 13,58 + R$ 1,62 por entrega. Para ciclistas o valor reajustado foi de R$ 271,47 + R$ 1,62 por entrega para mensalistas e para horistas os valores são R$ 13,58 + R$ 1,62. Qualquer dúvida ou valores abaixo desses estipulados no pagamento de agosto, os trabalhadores devem procurar o SindimotoSP.



fonte: Imprensa Jornal a Voz do Motoboy

<< ver outros artigos