São Paulo, 15 de Abril de 2017

Aumenta número de mortes de motociclistas na capital


A capital de São Paulo teve, em dados revelados pelo
Infosiga, 31 mortes de motociclistas em julho deste ano,
o que equivale a uma morte por dia. No mesmo mês do
ano passado, foram 17 mortes. No total, morreram 70
pessoas no trânsito paulistano em julho deste ano. Sendo
que 66 foi a soma de 2016 no mesmo período. O
Infosiga é programa do governo paulista para a questão
da segurança no trânsito. É o terceiro mês seguido em
que o número de mortes no trânsito da cidade aumenta
em relação ao ano passado. O levantamento mostra uma maior incidência de mortes durante a noite e de
madrugada. Das 31 vítimas fatais de acidentes de moto,
14 perderam a vida em acidentes na madrugada, nove à
noite, quatro pela manhã e outras quatro à tarde.
Em resposta, a Secretaria de Mobilidade e Transportes
Municipal (SMT) afirmou que monitora permanentemente
o comportamento do trânsito na cidade e
executa ações de prevenção. O monitoramento norteia
a implantação de medidas para reduzir acidentes e aumentar
a segurança. Além dos operadores de trânsito, a fiscalização também
é realizada pelo Comando de Policiamento de Trânsito
(CPTran) e por equipamentos de fiscalização eletrônica,
por exemplo, os radares fixos e móveis.
A SMT ainda afirmou que, por conta dos motociclistas
estarem envolvidos em 50% do número de acidentes
com vítimas na cidade, promove campanhas de conscientização
e oferece cursos gratuitos de direção defensiva
via CET e que os dados do Infosiga contribuem para
a análise dos acident

fonte: Imprensa Jornal a Voz do Motoboy

<< ver outros artigos