São Paulo, 11 de Abril de 2017

SindimotoSP e Sedijore fecham Convenção Coletiva 2016 / 2017 para setor Jornal /


Já está valendo os novos valores para o setor Jornal / Revista para os motociclistas profissionais que trabalham nessa área. O reajuste ficou em 8% e tem validade de 1 de agosto de 2016 até 31 de julho de 2017.

O piso mínimo para motociclista ficou em R$ 1.137,40 para quem trabalha 220 horas mensais e R$ 5,17 para os contratados por hora. Para ciclista o mensal é R$ 1.034,00 para 220 horas e R$ 4,70 para o trabalhador horista. O aluguel da moto passou para R$ 7,00 a viagem para até 30km rodados e R$ 0,15 para cada km a mais. O ciclista leva R$ 5,29 por dia. Em ambos os casos, os veículos devem ser dos trabalhadores, caso sejam da empresa, os profissionais recebem vale transporte proporcional. A Cesta básica passou para R$ 60,00. O VR para contratos de 200 ou 220 horas é no valor de R$ 13,00. Para contratos de 150 ou 180 horas será fornecido vale-alimentação de R$ 8,00 diários. A periculosidade para o motociclista também aumentou e foi para R$ 341,22 no caso do piso estipulado acima, porém, se o trabalhador tiver na carteira profissional um valor maior de salário, esse benefício deve ser proporcional ao apontado na carteira.



fonte: Imprensa Jornal a Voz do Motoboy

<< ver outros artigos