São Paulo, 10 de dezembro de 2018

Sobe número de acidentes com motocicletas no Brasil


A motocicleta foi o veículo com o maior número de indenizações nos 9 primeiros meses de 2018. Apesar de representar apenas 27% da frota nacional, concentrou 75% das indenizações. Das indenizações pagas no período para acidentes com motocicletas, 73% foram para Invalidez Permanente e 8% para Morte.
88% das indenizações por Morte em acidentes com motocicletas foram para vítimas do sexo masculino. Para os casos de vítimas com sequelas permanentes, 79% das indenizações por acidentes com motocicletas também foram para vítimas do sexo masculino, enquanto as indenizações por acidentes com os demais veículos, pagas também para os homens, representaram 65%, o que demonstra que a concentração de vítimas do sexo masculino é maior nos acidentes com motocicletas do que com os demais veículos. As vítimas de acidentes com motocicletas são em sua maioria jovens em idade economicamente ativa. No período citado, as vítimas entre 18 e 34 anos concentraram 50% dos acidentes fatais e 52% dos acidentes com sequelas permanentes. No período analisado, foram pagas aproximadamente 69 mil indenizações por Invalidez Permanente à vítimas nessa faixa etária, envolvendo o uso de motocicletas.

fonte: ~

<< ver outros artigos