São Paulo, 19 de setembro de 2018

Detran.SP realiza 1a Conferência Internacional em Gestão Pública e Dinâmicas da Mobilidade Urbana


O evento, que ocorreu na sede do Detran.SP,
na capital paulista, teve transmissão ao vivo
pela internet e foi mediado pela gerente da EPT,
Rosana Néspoli.
O Detran.SP, presidido por Maxwell Vieira, trans-
formou 411 das 600 unidades de atendimento no Es-
tado para prestar atendimento com eficiência, qua-
lidade e rapidez oferecendo 28 serviços eletrônicos
contribuindo com a mobilidade urbana. O serviço
on-line mais recente é a emissão gratuita da CNH-Di-
gital que vale como documento de identificação no
território brasileiro. Com essa filosofia de trabalho,
entre outras, foi possível melhorar a vida de quem
precisa agilidade em tempos modernos. O Detran.
SP, além disso, tem focado ações para diminuição de
acidentes. “Precisamos mudar a realidade de mortes
no trânsito e construir um sistema mais seguro, hu-
mano e com objetivo de salvar vidas”, disse Vieira
no evento.
Por ano são 40 mil mortos e 500 mil feridos em
vias públicas brasileiras. Isso equivale a 100 mortes
por dia; nem guerras matam tanto. Isso gera sobre-
carga para o serviço de saúde e sofrimento para as
famílias e para o País. Esses acidentes custam aos
cofres públicos cerca R$ 70 bilhões por ano, valor
superior ao orçamento da cidade de São Paulo que é
de R$ 50 bilhões para atender os 12 milhões de habi-
tantes. Pela resolução da ONU (Organização das Na-
ções Unidas), o Brasil tem que diminuir o número de
mortos e feridos no trânsito pela metade até 2020”.
Nas palestras foram discutidas estratégias e ci-
tadas experiências bem-sucedidas para mudar as
estatísticas atuais até chegar à Visão Zero, conceito
de segurança viária originado na Suécia que tem a
premissa de ser inaceitável perder vidas no trânsito
porque integra o erro humano e compartilha a res-
ponsabilidade do condutor com instituições e outros
fatores envolvidos. Ela é reflexo do modelo de cidade
criado que precisa de intervenção para melhorar as
vias públicas.

fonte: Imprensa Jornal a Voz do Motoboy

<< ver outros artigos