São Paulo, 16 de Abril de 2017

Saque do FGTS inativo poderá ser feito a partir de março


A liberação do saldo de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) começa a partir
de 13 de março e, até 31 de julho, todos os brasileiros que têm dinheiro nessas contas poderão fazer o
resgate do montante acumulado nos anos de serviço

O governo espera que 15 milhões de
pessoas realizem os saques. Ao todo, R$
30 bilhões devem entrar em circulação
na economia brasileira com a medida, o
equivalente a 0,5% do Produto Interno
Bruto (PIB, a soma de bens e serviços
produzidos no país).
Embora ainda tenha de aprovar o
cronograma apresentado pela Caixa, o
governo federal decidiu que não haverá
restrição para os saques.
Com o saldo de contas inativas do
FGTS, brasileiros endividados poderão
quitar débitos e evitar o pagamento de
juros altos, além de diminuir a inadimplência.
Já quem não tem pendências poderá procurar uma aplicação financeira
bem mais atraente que o FGTS.
Para facilitar a logística, a Caixa estuda
creditar os valores que ficarão disponíveis
para aqueles trabalhadores que
têm conta no banco. E, para auxiliar o
pagamento de valores menores, o banco
estuda fazer os repasses por meio de
correspondentes bancários, como as casas
lotéricas.
O banco ainda trabalha com a possibilidade
de informar os trabalhadores
sobre a liberação do saque por mensagem
de texto no celular. Por isso, a instituição
financeira corre para atualizar o
banco de dados.

fonte: assessoria de imprensa

<< ver outros artigos